quinta-feira, 24 de junho de 2010

SONÂMBULO

Numa espécie de limbo
O sonâmbulo anda feito pêndulo
Ora pende dormindo, ora pende contra o tempo
E faz deste inimigo, atrasado, correndo
Justifica um vazio interno, imenso
Fugas mentais ocupam os pensamentos
E se torna incapaz de ocupar a si mesmo
TVs, zines, jornais, químicas num intento
Bloquear os canais
Domesticar seus anseios

Que é bom desconfiar dos "bons" elementos

Feito histórias de Moebius vão tirar sua visão
E te dar olhos passivos adequados ao padrão
Céu & Bruno Buarque & Sérgio Machado

Um comentário:

tongchen@seattle disse...

Greetings from USA! I love your blog.
Please visit me at:
http://blog.sina.com.cn/usstamps
Thanks!
-Tong