sexta-feira, 5 de novembro de 2010

HEMISFÉRIOS

Eu trabalho em duas áreas de influência. Para manter uma eu preciso viver também a outra. Porque exclusividade não entra no pacote - pelo menos não no meu. Compreendo que vocês não se misturam. E até sei que é melhor assim. Sou grato a vocês. Quero agradecer por - ambas - me aceitarem, ainda que eu seja a ponte indesejada entre essas duas realidades. Enfim...

Um dos lados me faz mal - não que o outro também não faça - mas esse lado, em especial, tornou-se mais áspero. E eu não mais suporto. Isso eu pude perceber há tempos. Outra percepção minha foi que ao tentar abandonar a metade podre, eu corri risco de perder a maçã inteira. Vai saber? Descoberta: ainda que eu sofra a Norte, essa cruz faz-se necessária para que eu exista a Sul. Sim, eu sei que o problema é comigo - e não com vocês. Mas isso em nada muda a situação.

É como se eu precisasse buscar a chave para a minha casa em uma porta vizinha.

Minha motivação é o egoísmo - e não pensem que eu não me odeio por isso. Eu poderia viver sozinho, mas não consigo. Eu poderia viver para mim. Girar exclusivamente em minha função. Mas sou vazio demais para ter o que partilhar comigo mesmo. E a partilha é necessária. Preciso de alguém com o mínimo - e que ainda esteja disposto a dividir comigo. Encontrei-as. É por isso que eu necessito vocês. É pelo seu sangue. É pelo que vocês são. E é pelo que eu sou, também: um egoísta viciado - dependente de vocês.

Daria tudo para não estar entre esse fogo cruzado. No meio dessas chamas que tanto eu alimento - e que tanto me consomem. E o pior de tudo é que talvez apenas eu veja essas labaredas. Afinal, nunca atestei minha sanidade. Eu não posso me trocar - porque essa história para todo o sempre me perseguirá, mas eu troco vocês. Ambas. Troco-as antes que o que sobrou de mim - o meu resto - sucumba pelo calor de vocês. É, eu caio fora. Saio para respirar.

É por isso que eu estou de malas prontas.

4 comentários:

Carola disse...

Uau!

Darlan disse...

Caralho, véi! Otimo texo. Vigoroso, com ritmo, sentimento e imagens. Gostei demais!

As malas prontas podem ser interpretadas em múltiplos sentidos? hahahaha Brincadeiras a parte, o texto é sensacional. Abraço.

Fernanda Tavares disse...

E eu já disse que adoro tudo no seu blog? *-*

Patrícia Rebeca disse...

HAHAHA* Adorei cara.
- Sutilezas, adoro sutilezas!